Morre o jornalista Audálio Dantas

autor Misto Brasília

Postado em 30/05/2018 18:47:09 - 18:42:00


Jornalista Audálio Dantas marcou a História do jornalismo brasileiro/Arquivo/Divulgação

Audálio Dantas foi presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de SP na época da ditadura

O jornalista, escritor e poeta Audálio Dantas morreu hoje à tarde (30), aos 89 anos, no Hospital Premier, na capital paulistana. A família não divulgou detalhes sobre o velório, informou a Agência Brasil. O velório será às 10 horas, nesta quinta-feira, no Hospital Premier (Vila Coreira, SP) e a partir das 12 horas no auditório Vladimir Herzog (Vila Buarque). A cremação será no Cemitério Vila Alpina em horário a ser definido. Atualizado às 21h15

Audálio Dantas era presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo na época da ditadura militar, quando o jornalista Vladimir Herzog foi morto pela repressão. Dantas foi premiado pela Organização das Nações Unidas (ONU) por sua luta a favor dos direitos humanos.

Ele foi o primeiro presidente eleito por voto direto da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e deputado federal pelo PMDB (hoje MDB) de São Paulo na década de 1970. Como jornalista, Dantas trabalhou nas  revistas O Cruzeiro e Quatro Rodas e no jornal Folha da Manhã. 


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +