Morre o romancista americano Philip Roth

autor Misto Brasília

Postado em 23/05/2018 12:36:08 - 12:32:00


Escritor americano Philip Roth morreu nesta terça-feira, informou seu agente/Arquivo/Divulgação

Ele foi autor de 30 livros e em 2012, com 78 anos, anunciou que deixaria de escrever

Morreu nesta terça-feira, aos 85 anos, o escritor americano Philip Roth, de insuficiência cardíaca num hospital de Nova York, comunicou o agente literário Andrew Wilie. O autor de origem judaica polaco-ucraniana publicou cerca de 30 livros. Em 2012, aos 78 anos, anunciou a decisão de deixar de escrever.

Roth, que nasceu em 1933 em Newark, em Nova Jersey, é considerado um dos maiores escritores americanos da segunda metade do século 20. O premiado romancista habitualmente era mencionado como candidato ao Prêmio Nobel de Literatura – prêmio que nunca lhe foi entregue. Sua extensa e premiada obra abordou, além do sexo, o desejo, a velhice e morte, o judaísmo e suas obrigações.

Seu maior sucesso veio com O complexo de Portnoy (1969), em que o protagonista, Alexander Portnoy, conta suas aventuras sexuais ao seu psiquiatra e vive atormentado pelo remorso e a obsessão pelo sexo. O livro teve grande impacto junto ao grande público devido às cruas descrições sexuais e à maneira de abordar a vivência judaica. A obra chegou a ser banida na Austrália.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +