TSE mantém condenação de Agnelo e aplica multa em Filippelli

autor Misto Brasília

Postado em 23/05/2018 10:24:02 - 10:19:00


Corte superior mantém proibição de Agnelo concorrer em eleições/Arquivo

Ex-governador do DF foi condenado por abuso de poder político e conduta vedada a agente público

 

Foi mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral inelegibilidade, por oito anos, do ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT). O julgamento foi ontem à noite após análise de três embargos de declaração que foram rejeitados por unanimidade pelos ministros do TSE.

Ele foi condenado por abuso de poder político e conduta vedada a agente público, delitos praticados enquanto ocupava o cargo. O plenário também manteve a imposição de multa, no valor de R$ 106.410, a Agnelo e a seu vice, Tadeu Filipelli, em virtude do reconhecimento da conduta vedada praticada por ambos.

A assessoria do TSE lembra que ex-governador do DF havia sido sentenciado em virtude da utilização de espaço institucional do governo para fazer propaganda exaltando seu mandato. A decisão de hoje foi tomada na análise de três embargos de declaração que foram rejeitados por unanimidade pelos ministros do TSE.

 


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +