TSE mantém condenação de Agnelo e aplica multa em Filippelli

autor Misto Brasília

Postado em 23/05/2018 10:24:02 - 10:19:00


Corte superior mantém proibição de Agnelo concorrer em eleições/Arquivo

Ex-governador do DF foi condenado por abuso de poder político e conduta vedada a agente público

 

Foi mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral inelegibilidade, por oito anos, do ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT). O julgamento foi ontem à noite após análise de três embargos de declaração que foram rejeitados por unanimidade pelos ministros do TSE.

Ele foi condenado por abuso de poder político e conduta vedada a agente público, delitos praticados enquanto ocupava o cargo. O plenário também manteve a imposição de multa, no valor de R$ 106.410, a Agnelo e a seu vice, Tadeu Filipelli, em virtude do reconhecimento da conduta vedada praticada por ambos.

A assessoria do TSE lembra que ex-governador do DF havia sido sentenciado em virtude da utilização de espaço institucional do governo para fazer propaganda exaltando seu mandato. A decisão de hoje foi tomada na análise de três embargos de declaração que foram rejeitados por unanimidade pelos ministros do TSE.

 


Governador do DF, Ibaneis Rocha, afirma que o TCU é um "tribunal de merda"
AO VIVO TV Euronews
veja +
Câmara conclui MP da Liberdade Econômica e aprova projeto de abuso de autoridade
Ibaneis sobre a avó de Michele Bolsonaro: se quero atendimento mais rápido pago plano de saúde
CCJ do Senado aprova atuação de juizados de violência doméstica
veja +