Filme japonês foi o vencedor do Festival de Cannes

autor Misto Brasília

Postado em 20/05/2018 07:40:09 - 07:36:00


O diretor Hirokazu Kore-eda (à direita) e o elenco do filme em Cannes/Divulgação

Esta é a segunda conquista de Kore-eda em Cannes. Em 2013, ele venceu o Prêmio do júri

O drama humanista Shoplifters, do cineasta japonês Hirokazu Kore-eda, levou a Palma de Ouro neste sábado (19), tornando-se o grande vencedor da 71ª edição do Festival de Cannes.

O filme conta a história de uma família pobre em Tóquio que ensina seus filhos a roubarem produtos de supermercado – o que explica o título em inglês. O drama chegou a ser descrito como "Oliver Twistdos tempos modernos", em referência ao romance de Charles Dickens do século 19.

Em cerimônia, que marcou o encerramento do renomado festival de cinema na cidade francesa, Kore-eda recebeu o prêmio com um discurso em japonês, dedicando-o a toda a equipe de produção envolvida no filme, informa a DW.

Esta é a segunda conquista de Kore-eda em Cannes. Em 2013, ele venceu o Prêmio do júri com o drama Pais e filhos, sobre um homem que, ao descobrir que seu filho foi trocado após o nascimento, precisa se decidir entre o filho biológico e o menino criado por ele e sua mulher até então.

Ganhadores

Palma de Ouro

Shoplifters, de Hirokazu Kore-eda (Japão)

Grande Prêmio

BlacKkKlansman, de Spike Lee (Estados Unidos)

Prêmio do Júri

Capharnaüm, de Nadine Labaki (Líbano)

Palma de Ouro especial

Le livre d’image, de Jean-Luc Godard (França/Suíça)

Melhor diretor

Pawel Pawlikowski, por Cold war (Polônia)

Melhor atriz

Samal Yeslyamova, por Ayka (Cazaquistão)

Melhor ator

Marcello Fonte, por Dogman (Itália)

Palma de Ouro para curta-metragem

All these creatures, de Charles Williams (Austrália)

Câmara de Ouro

Girl, de Lukas Dhont (Bélgica)


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +