Abusos sexuais e a renúncia dos bispos chilenos

autor Misto Brasília

Postado em 18/05/2018 11:48:25 - 11:44:00


Papa Francisco recebeu a denúncia de 34 bispos chilenos nesta semana/Arquivo

O escândalo de abusos devastou a credibilidade da Igreja no Chile, país de forte tradição católica

Todos os 34 bispos chilenos que compareceram a uma reunião nesta semana com o papa Francisco sobre o encobrimento de abusos sexuais no país ofereceram suas renúncias, disseram os bispos em um comunicado divulgado nesta sexta-feira. Não ficou claro de imediato se o papa aceitaria todas ou algumas das renúncias, de acordo com a Reuters.

“Colocamos nossas posições nas mãos do Santo Padre e deixaremos que ele decida livremente por cada um de nós”, disseram os bispos em sua declaração, na qual também pediram desculpas ao Chile, às vítimas de abusos e ao papa pelo escândalo.

O escândalo de abusos devastou a credibilidade da Igreja no Chile, país de forte tradição católica, e também prejudicou a imagem do papa, uma vez que neste ano o pontífice defendeu fortemente um bispo acusado de envolvimento no suposto encobrimento, antes de reverter sua posição.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
Kajuru vai propor medidas para investigar a CBF
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
veja +