Toffoli nega liberdade para irmão de ex-ministro

autor Misto Brasília

Postado em 14/05/2018 18:24:36 - 18:20:00


Jorge Picciani que foi preso, é pai do ex-ministro do esporte Leonardo Picciani/Arquivo

Filho do presidente afastado da Assembleia do Rio, Jorge Piccini, Felipe, continuará preso

 

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, negou pedido de liminar (decisão provisória) para soltar Felipe Picciani, filho do presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) Jorge Picciani.

Assim como o pai, Felipe foi preso em novembro do ano passado em decorrência da Operação Cadeia Velha, que investiga o pagamento de propina a deputados estaduais do Rio de Janeiro por empresários do setor de transporte de passageiros. Felipe Picciani é gerente de uma empresa da família especializada na venda de embriões de gado que, segundo o Ministério Público Federal (MPF), tinha como objetivo facilitar a lavagem de dinheiro do esquema.

Também foram presos na operação os deputados estaduais Edson Albertassi (MDB) e Paulo Melo (MDB). Jorge Picciani foi o único a conseguir, no Supremo, ter sua prisão preventiva convertida para domiciliar. O benefício foi concedido no fim de março pela Segunda Turma do STF, por 2 votos a 1.

 


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +