Justiça recebe ação contra a Cobap no caso da viagem à Roma

autor Misto Brasília

Postado em 09/05/2018 16:21:41 - 16:12:00


Warley Gonçalves é o presidente da Confederação dos Aposentados/Arquivo/Reprodução

Aposentados foram lesados, mas a Super Sonho afirma que cláusulas contratuais não foram cumpridas

A Union SS Viagens Ltda (Super Sonho) entrou hoje (09) pela manhã, com uma ação cível contra a Cooperativa de Viagens, Turismo, Lazer e Cultura da Cobap, na 4ª. Vara Cível de São José do Rio Preto (SP). A microempresa pretende romper o contrato com a Confederação dos Aposentados, que não teria cumprido cláusulas de um contrato para a viagem de aposentados de todo o Brasil ao 3º. Congresso Mundial de Aposentados, em Roma, na próxima semana. O Misto Brasília publicou o caso na terça-feira à noite.

A Cobap autorizou o desconto do pacote de R$ 6,2 mil dos aposentadores em dez vezes, mas as passagens não foram compradas. O golpe chegaria a R$ 1,5 milhão. O caso com “tramitação prioritária” está com o juiz Paulo Sérgio Rodrigues.

A judicialização ocorre no mesmo dia de uma reunião convocada às pressas pelo presidente da Confederação, Warley Gonçalves, em São Paulo. Nesta quarta-feira presidentes das federações estaduais tentam encontrar uma solução para o golpe que prejudicou 180 aposentados, segundo as informações obtidas pelo Misto Brasília. Uma outra viagem para Cancun, no México, também poderá não acontecer. A lista de vítimas, neste caso, chegaria a 200 aposentados.

Hoje, a Federação das Associações e Departamentos Sindicais de Aposentados, Pensionistas e Inativos do Distrito Federal (FAP-DF) entrou com uma solicitação de informações e documentos a respeito do Congresso Mundial dos Aposentados. A entidade justifica que foi “surpreendida” com o cancelamento do evento, em Roma, nos dias 13 a 19 de maio, “sob a justificativa de que a empresa contratada para a organização do referido evento descumpriu o contrato”.

A correspondência encaminhada à direção da Cobap é assinada pelo presidente da FAP-DF, João Pimenta. Ele sugere que seria “prudente aos associados da Cobap a análise econômico-financeira dos contratos e empresas envolvidas na contratação para o referido evento internacional”.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +