Outro ministro de Temer é denunciado. É Blairo Maggi

autor Misto Brasília

Postado em 02/05/2018 16:41:05 - 16:39:00


Denúncia contra o ministro Blairo é por corrupção no TCE do MT/Arquivo

Além do ministro da Agricultura, o conselheiro do TCE também foi denunciado por corrupção

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou ao Supremo Tribunal Federal (STF) denúncia contra o ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), por corrupção ativa, sob a acusação de ter participado de um esquema de compra e venda de vagas no Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso (TCE-MT) na época em que era governador, em 2009, afirmou a assessoria de imprensa do órgão nesta quarta-feira. Atualizado às 17h55

Além do ministro da Agricultura, o conselheiro do Tribunal de Contas Sérgio Ricardo de Almeida também foi denunciado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Provas colhidas durante a investigação apontaram que houve pagamentos ao então conselheiro Alencar Soares Filho para que ele se aposentasse.

A medida foi efetivada em 2012 e permitiu a indicação do ex-deputado estadual Sérgio Ricardo de Almeida para a corte de contas. Em troca da aposentadoria, Alencar Soares teria aceitado propina em valores que podem chegar a 12 milhões de reais.

Em nota o ministro Blairo Maggi declarou que causa "profunda estranheza e indignação" a denúncia oferecida pela PGR porque, segundo a defesa, o mesmo fato já foi objeto de investigação em 2014 e arquivado a pedido da própria PGR.

"Na época, o inquérito n° 3842, da relatoria do ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, foi arquivado pela 2ª turma do STF por falta de provas", afirmou a defesa. A nota acrescenta que o ministro considera a ação da PGR "uma violência contra a competência do ministro Dias Toffoli e desprestígio absoluto à autoridade de decisão já proferida pela 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal".


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +