Escândalo sexual atinge emissora estatal alemã

autor Misto Brasília

Postado em 30/04/2018 14:32:21 - 14:27:00


Mulheres denunciam funcionários de emissora alemã de assédio sexual/Reprodução/DW

Cada vez mais mulheres denunciam também terem sido vítimas de abuso sexual dentro da WDR

A emissora alemã Westdeutscher Rundfunk (WDR), que faz parte do conglomerado estatal da ARD, está imersa num escândalo de assédio sexual. Segundo relatos da imprensa alemã, a emissora já tinha há tempos conhecimento de incidentes e nada fez.

Conforme o escândalo avança, cada vez mais mulheres denunciam também terem sido vítimas de abuso sexual dentro da WDR. Os casos de assédio sexual na emissora se tornaram públicos por meio de divulgações da revista alemã Stern e do centro de pesquisa jornalística Correctiv, no início de abril, segundo relato da DW.

Entre os acusados estavam um jornalista do alto escalão da emissora, um funcionário de uma subsidiária da WDR e um ex-correspondente internacional do conglomerado – este último foi dispensado.

Na sequência das investigações, a revista Der Spiegel relatou em sua mais recente edição alegações de assédio sexual contra outros três funcionários da WDR: um proeminente jornalista já aposentado de televisão, um repórter de rádio que possui um histórico de assédios e inconveniências, além de um funcionário do departamento de auditoria da WDR.     


Senador Kajuru chama o ministro do STF Gilmar Mendes de "canalha", "corrupto" e "bandido"
Manifestação contra a decisão do STF que atinge a Operação Lava Jato
veja +
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
Sancionada a Lei que estabelece idade mínima de 16 para casamento civil
Lei que permite bloquear recursos de acusados por terrorismo é sancionada
veja +