Mulher recebe pensão do Exército da mãe morta há 13 anos

autor Misto Brasília

Postado em 26/04/2018 17:32:49 - 17:24:00


Pensão do Exército era paga com a apresentação de uma procuração/Arquivo/Divulgação

Caso foi descoberto depois que a Caixa pediu documentos da pensionista; golpe chegou a R$ 820 mil

 

Como diz um velho ditado, a esperteza um dia acaba. Foi o que aconteceu com uma gaúcha. Ela foi condenada por unanimidade a três anos e quatro meses de prisão numa ação por recebimento indevido de pensão militar da mãe falecida há 13 anos, processo que foi analisado pela Auditoria de Santa Maria, da Primeira Instância da Justiça Militar da União.

Para receber o dinheiro, que hoje chega a R$ 820 mil, ela apresentava no Setor de Pensionistas e Inativos do Exército uma procuração da mãe, que já estava morta desde 2001. Com o documento, ela conseguia atestar que a beneficiária estaria viva.

O saque do dinheiro junto à Caixa Econômica Federal, instituição responsável por realizar o pagamento do benefício, deixou de ser realizado no ano de 2014 após a não apresentação de documentos obrigatórios. No ano seguinte, a administração militar descobriu a fraude e tomou “as medidas cabíveis”, segundo informou o Superior Tribunal Militar.

 


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +