Ação penal do sítio de Lula de Atibaia fica em Curitiba

autor Misto Brasília

Postado em 26/04/2018 14:32:18 - 14:29:00


Moro lembra que ação penal começou antes das delações de Obebrecht/Arquivo

Juiz federal Sérgio Moro afirma que há outras provas contra o ex-presidente preso

 

Em despacho expedido hoje (26), o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, disse que a ação penal em que o ex-presidente Lula da Silva é acusado de receber vantagens indevidas por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP) tem mais provas, além das delações de executivos da Odebrecht. O caso permanece, por ora, em Curitiba, decidiu o magistrado.

“Oportuno lembrar que a presente investigação penal iniciou-se muito antes da disponibilização a este Juízo dos termos de depoimentos dos executivos da Odebrecht em acordos de colaboração, que ela tem por base outras provas além dos referidos depoimentos”, escreveu Moro no despacho, com o qual negou pedido da defesa para que o caso fosse remetido à Justiça Federal em São Paulo ou em Brasília.

O pedido da defesa foi feito após a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) ter determinado, na última terça-feira (24), o envio de acusações feitas por executivos da Odebrecht contra Lula, que estavam sob responsabilidade de Moro, para a Justiça Federal em São Paulo, onde os supostos crimes teriam ocorrido. (Da ABr)

 


Guedes fala em antecipar receitas para os governadores
Secretário da Fazenda, Waldeci Rodrigues, fala em receita para os governadores
veja +
Ibaneis volta a dizer que não quer o chefão do PCC no DF e pede fechamento de presídio
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
veja +