Investigados da Cruz Vermelha são condenados no DF

autor Misto Brasília

Postado em 24/04/2018 18:58:56 - 18:54:00


A primeira Vara Criminal funciona junto ao prédio do Tribunal de Justiça/Arquivo

Caso que envolvia a dispensa de licitação por dois anos teve desfecho nesta semana

 

Será publicada no Diário Oficial da Justiça ainda nesta semana, a condenação de Douglas Souza de Oliveira e de Richard Strauss Cordeiro Júnior, acusados de beneficiar a Cruz Vermelha de Petrópolis, em contratos com as unidades de pronto atendimento (UPAs) do Recanto das Emas e São Sebastião, no âmbito da Operação Genebra. 

A sentença foi proferida no último dia 19 pela juíza da 1ª. Vara Criminal, Ana Morais Mendes. A magistrada aceitou as denúncias do Ministério Público que investigou as dispensas de licitações entre agosto de 2009 a março de 2011. Ainda cabe recurso.

Douglas foi condenado a 13 anos e seis meses de reclusão em regime inicialmente fechado, 3 anos de detenção em regime aberto e multa, por dispensa ilegal de licitação, peculato e lavagem de dinheiro. Há ainda uma segunda ação penal em que Douglas responde por corrupção ativa e Richard responde por peculato.

Richard deverá cumprir três anos de detenção e quatro anos de reclusão em regime aberto e multa, por dispensa ilegal de licitação e uso de documento falso.

 


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +