TJ de Minas mantém condenação de Eduardo Azeredo

autor Misto Brasília

Postado em 24/04/2018 18:10:20 - 18:07:00


Eduardo Azeredo está prestes a ser preso pelo mensalão mineiro/Arquivo

Embargos de declaração podem adiar a decretação imediata do ex-governador mineiro

A 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais rejeitou nesta terça-feira os embargos infringentes interpostos pela defesa do ex-governador mineiro Eduardo Azeredo (PSDB) e mantiveram a condenação a 20 anos e 1 mês de prisão imposta a ele no caso que ficou conhecido como mensalão tucano, informou a corte.

Como a defesa ainda pode apresentar embargos de declaração ao julgamento desta terça, a prisão do tucano não deverá ser decretada de imediato.

Azeredo, que também já foi senador, deputado federal e presidente do PSDB, havia sido condenado por peculato (desvio de verbas públicas) e lavagem de dinheiro. O tucano foi condenado, pois a Justiça entendeu que houve um esquema de desvio de dinheiro público por meio de empresas estatais para financiar irregularmente sua campanha ao governo de Minas em 1998.

Na época, Azeredo tentava a reeleição, mas acabou derrotado pelo ex-presidente da República Itamar Franco, já falecido.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +