Marco Aurélio e seu voto ampliado em favor de Lula da Silva

autor Misto Brasília

Postado em 04/04/2018 23:16:48 - 23:10:00


Ministro Celso de Melo lê seu voto a favor da liberdade na presunção de inocência/Reprodução video

Deu um voto numa linha mais ampliada que Gilmar e Toffoli e mais próxima a de Ricardo Lewandowski

 

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou a favor da concessão do habeas corpus para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva permaneça em liberdade até o fim de todos os recursos cabíveis no processo do tríplex do Guarujá (SP). Agora vota o ministro Celso de Melo e em seguida e por último Cármen Lúcia.

[O Misto Brasília transmite a sessão ao vivo - Na Seção TVs Públicas]

Na sessão desta quarta-feira, manifestaram-se contra o pedido da defesa o relator do habeas corpus, Edson Fachin, e os colegas Alexandre de Moraes, Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux. Falta somente um voto para se formar uma maioria nesse sentido.

Votaram a favor da concessão do salvo conduto Gilmar Mendes, que antecipou o voto, e Dias Toffoli. A posição de ambos, intermediária, é para que não haja execução provisória da pena até que ocorra o julgamento dos primeiros embargos de declaração a um eventual julgamento de recursos especial pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Contudo, Marco Aurélio deu um voto numa linha mais ampliada que Gilmar e Toffoli e mais próxima a de Ricardo Lewandowski, para reconhecer que Lula poderia recorrer em liberdade até o trânsito em julgado da decisão.

 


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +