Cinco mil juízes contra fim da prisão em segunda instância

autor Misto Brasília

Postado em 02/04/2018 15:18:23 - 15:12:00


Supremo julga na quarta HC que beneficia Lula e abre as portas para outros casos/Arquivo

Manifestação foi entregue no Supremo, que julga na quarta HC e favor de Lula da Silva

Magistrados e membros do Ministério Público que compõem o Fórum Nacional de Juízes Criminais (Fonajuc) entregaram hoje (2) ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma nota técnica contra uma possível mudança na decisão da Corte que autorizou a prisão de condenados após a segunda instância da Justiça, em 2016. O documento obteve 5 mil assinaturas de integrantes do fórum.

A presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, se reuniu pela manhã com o diretor-geral da Polícia Federal (PF), Rogério Galloro, para discutir um reforço de segurança para o dia do julgamento do habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula da Silva, marcado para as 14 horas da próxima quarta-feira (4). O Misto Brasília vai transmitir ao vivo a sessão de julgamento.

A defesa do ex-presidente ao Supremo um parecer do jurista José Afonso da Silva contra a prisão de condenados criminalmente após o fim de todos os recursos na segunda instância da Justiça. No entendimento do jurista, a execução da pena de Lula antes do trânsito em julgado é inconstitucional.


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +