A foto que viralizou nas redes sociais

autor Misto Brasília

Postado em 30/03/2018 08:18:30 - 08:07:00


Brasileira Marina Amaral coloriu digitalmente a foto de Czeslava Kwoka/Reprodução/Memorial Auschwitz

Czeslawa é uma menina que morreu em Auschwitz; sua foto foi colorida por uma brasileira

A polonesa Czeslawa Kwoka foi uma das centenas de milhares de crianças assassinadas pelo regime nazista. O registro de sua chegada ao campo de extermínio de Auschwitz, em dezembro de 1942, mostra uma menina de olhar assustado, cabelos grosseiramente cortados e ferimentos nos lábios causados por um guarda momentos antes de ser fotografada.

A imagem, originalmente em preto e branco, é ainda mais impactante quando vista colorida, graças ao trabalho da brasileira Marina Amaral, que colore digitalmente fotografias antigas com uma precisão acurada e tons realistas. Para a artista, a colorização da foto de Kwoka fez com que a garota se mostrasse um ser humano real: "Uma menina de 14 anos, e não uma mera estatística".

Nos últimos dias, a imagem colorida da adolescente polonesa viralizou nas redes sociais ao ser compartilhada pelo Museu de Auschwitz-Birkenau, instalado na Polônia, onde um dia abrigou o maior campo de extermínio nazista. Desde a semana passada, quando foi publicada no Twitter, a postagem foi curtida por quase 45 mil pessoas e compartilhada mais de 11 mil vezes.

Em entrevista à DW Brasil, Amaral conta que escolheu a foto de Kwoka para colorir porque foi impactada pela expressão no rosto da menina. "Quando a vi pela primeira vez, não consegui mais esquecê-la. Quis humanizá-la e contar a história dela", lembra.

Mas a repercussão da imagem nas redes sociais foi uma surpresa, afirma a artista, que ganhou destaque na imprensa internacional ao longo da última semana. "Foi completamente surpreendente, recebi mensagens do mundo inteiro. Fiquei muito feliz quando percebi que as pessoas entenderam o recado e se sentiram da mesma forma que eu."


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
Kajuru vai propor medidas para investigar a CBF
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
veja +