Toffoli concede prisão domiciliar a Paulo Maluf

autor Misto Brasília

Postado em 28/03/2018 18:25:31 - 18:20:00


Maluf foi internado num hospital de Brasília onde continua sob cuidados/Arquivo

Defesa alegou e o ministro do Supremo acreditou que o deputado passa por sérios problemas de saúde

Depois do deputado estadual Jorge Picciani (MDB-RJ) ser autorizado pela justiça a passar a Páscoa em casa, será a vez do deputado Paulo Maluf (PP-SP) cumprir prisão domiciliar "humanitária", graças a uma determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli. Maluf está na Papuda cumprindo prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

O benefício foi concedido após o deputado dar entrada nesta manhã num hospital de Brasília, onde continua internado. Na decisão, o ministro entendeu que exames protocolados pelos advogados do deputado mostram que Maluf passa por graves problemas de saúde e não pode continuar na prisão.

A defesa de Maluf tentava a concessão da prisão domiciliar desde a primeira instância da Justiça em Brasília. Antes de chegar ao STF, todos os pedidos dos advogados para que o deputado fosse solto foram negados.

 


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +