TJ absolve Agnelo por improbidade administrativa

autor Misto Brasília

Postado em 21/03/2018 19:00:08 - 18:57:00


Agnelo conseguiu se livrar de um processo que foi arquivado hoje pelo TJDF/Arquivo

Caso envolve um ex-policial militar que foi reintegrado dez anos após sua exclusão da instituição

O ex-governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), obteve uma vitória na justiça distrital. A 6ª Turma Civil do Tribunal de Justiça do Distrito Federal aceitou os recursos de apelação e absolveu por unanimidade Agnelo e o ex-consultor jurídico Paulo Machado Guimarães.

Os dois foram condenados na primeira instância pela prática de ato de improbidade administrativa com a reintegração do ex-deputado distrital Marco Lima ao quadro da Polícia Militar. Ele retornou à PM dez anos após a exclusão com pagamento retroativo dos salários. O julgamento foi concluído nesta quarta-feira após pedido de vista do desembargador José Divino no dia 21 de fevereiro.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +