Edital do concurso da DPU terá quer ser mudado

autor Misto Brasília

Postado em 12/03/2018 15:00:24 - 14:53:00


Servidores da DPU durante atendimento popular em ação do Sesi/Arquivo/Divulgação

Justiça do Distrito Federal considerou abusiva a cláusula da exigência de títulos para candidatos

O edital de concurso público de acesso para a Defensoria Pública da União (DPU) terá que ser alterado por decisão da 4ª Vara Cível do Distrito Federal. A exigência da prova de títulos seria uma violação da isonomia entre os candidatos. O concurso da Defensoria organizado pelo Cebraspe oferece diversas vagas com salário de R$ 22.197,67.

Segundo informou a assessoria do Ministério Público Federal, que obteve a liminar, o edital determinou a atribuição de pontos para a atuação em diversas carreiras jurídicas (procurador, defensor e advogado) e até em estágio na Defensoria. No entanto, não contemplou o exercício dos demais cargos privativos para bacharéis em Direito, como, por exemplo, as carreiras de analistas jurídicos de tribunais e do Ministério Público.

Na ação civil pública enviada à Justiça, em 28 de fevereiro, o procurador da República Cláudio Drewes destacou que essa não é a primeira vez que o edital de concurso para defensor da DPU é irregular em relação à prova de títulos. Ele aponta que, em 2014, houve o “reconhecimento judicial de ilegalidade e inconstitucionalidade em idêntica previsão editalícia”.


General nega que Michele Bolsonaro mandou tirar obras sacras do Alvorada
Incêndio atinge a Refinaria de Manguinhos (RJ)
veja +
Governador eleito do DF Ibaneis Rocha diz que não tem nenhum tipo de surpresa
Congresso deve votar Orçamento de 2019 nesta semana
Aprovado orçamento de 2019 com reajuste para agentes comunitários
veja +