Jornalistas do El País param por igualdade de gênero

autor Misto Brasília

Postado em 08/03/2018 13:52:04 - 13:48:00


Funcionários do El País em São Paulo também cruzaram os braços hoje/Divulgação/El País

Paralisação atingiu todas as redações no mundo do periódico com sede na Espanha

As mulheres que trabalham nas redações do jornal El País no Brasil, na Espanha (Madri e Barcelona) e no México cruzaram hoje os braços para pedir igualdade de gênero na empresa. O movimento que não deixa de ser uma surpresa no âmbito do jornalismo, marca o Dia Internacional da Mulher.

A paralisação de um dia que mobilizou desde a copeira à chefe mais graduada, foi registrada pelo próprio diário em sua versão eletrônica. Hoje, quem está no trabalho são apenas os homens. Em São Paulo, sede do El País no Brasil, trabalham 18 pessoas na redação. A metade está parada.

A paralisação foi decidida no último dia 28, cuja pauta foi a defesa da igualdade e que a paralisação fosse realizada exclusivamente por mulheres. Os salários no El País são diferentes para homens e mulheres, inclusive no Brasil. Aqui, há um equilíbrio de chefes e de pessoal, mas em outras redações as diferenças são consistentes.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +