Mais quatro filiados do PP viram réus na Lava Jato

autor Misto Brasília

Postado em 06/03/2018 20:06:43 - 20:00:00


Deputado Luiz Fernando Faria agora é réu na Lava Jato no STF/Arquivo/BarbacenaMais

Políticos teriam recebido vantagens em contratos entre a Petrobras e uma empreiteira

Quatro deputados e ex-deputados do Partido Progressista tornaram-se réus no âmbito da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. A Segunda Turma acatou por unanimidade o parecer do delator, ministro Edson Fachin, contra os ex-deputados João Pizzolati (SC) e Mário Negromonte (BA), e os deputados José Otávio Germano (RS) e Luiz Fernando Faria (MG).

Eles são acusados agora formalmente por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido “vantagem indevida” em contratos assinados pela diretoria de Abastecimento da Petrobras entre 2006 e 2014 com a empreiteira Queiroz Galvão.

Parte da denúncia foi sustentada em mensagens escritas entre o doleiro Alberto Yousseff e o seu colaborador, Rafael Ângulo Lopes, além de encontros com ex-deputado Pedro Corrêa.


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +