Concentra, Mas Não Sai completa 18 anos em Brasília

autor Misto Brasília

Postado em 12/02/2018 20:38:45 - 20:33:00


Bateria fez bonito no bloco independente Concentra, Mas Não Sai/Fábio Rodrigues Pozzebom/Ag Brasil

Bloco independente da Asa Norte mostrou samba no pé ao completar a maioridade nesta segunda

Em seu segundo dia de apresentação, o bloco Concentra, Mas Não Sai, que toca na Asa Norte, em Brasília, celebra a maioridade de apresentações no período do Carnaval.  A edição deste ano é especial para celebrar os 18 anos de aniversário do bloco, que reúne cerca de três mil pessoas, desde crianças até idosos.

Uma das vizinhas da área, Elisa Augusta Nogueira, técnica de análises clínicas, frequenta o bloco há 8 anos. Acompanhada de 14 pessoas de sua família, ela relata que nunca foi a outro bloco da cidade. “Gosto desse porque ele reúne todos os meus amigos e é bem aconchegante. Sempre venho em família, com mãe, pai, cunhado e amigos”, disse.

Já Ruth Santana, artista plástica, moradora de Águas Claras, atravessa a cidade para curtir o Concentra, Mas Não Sai. Este é o terceiro ano que Ruth vai à Asa Norte com amigas para aproveitar o carnaval. “Gosto desse bloco porque ele é muito tranquilo, não tem briga, é bem família”, disse.

“Tem muita dificuldade porque a gente é um bloco voluntário, independente, então a gente tem que confeccionar camisetas para pagar os músicos. Dessa vez, o GDF nos contemplou com uma banda para o primeiro dia do evento, para tocar uma hora de evento, mas essa hora não foi suficiente. Mas dá muito certo, aqui é um Carnaval bairrista, de família, então, as pessoas já sabem que vai acontecer, compram a camiseta com antecedência e a gente consegue viabilizar”, afirmou o organizador Dilson Rosa. (Da ABr)


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Proposta reserva vagas de instituições de ensino para pessoas com deficiência
Câmara analisa propostas para deduzir do IR despesas com remédios, óculos e próteses
Ibaneis disse que vai "colaborar" para a aprovação da reforma previdenciária
veja +