Coronel acusado de desvios na PMDF continua preso

autor Misto Brasília

Postado em 22/01/2018 15:43:42 - 15:39:00


Militar era o diretor do Departamento de Logística e Finanças da PM/Arquivo

Francisco Feitosa seria uma grave ameaça caso estivesse solto, segundo decisão do STJ

Vai continuar preso o coronel PM Francisco Feitosa, que coordenava o Departamento de Logística e Finanças da Polícia Militar do Distrito Federal. Ele está preso desde o final da primeira quinzena de novembro do ano passado acusado de participar de um esquema de cobrança de vantagens em contratos de prestação de serviços de manutenção de viaturas, além de burlar procedimentos licitatórios.

A decisão de manter o militar preso é da ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, que indeferiu liminar em habeas corpus que pedia a liberdade do coronel. Na mesma decisão, a ministra indeferiu o pedido de decretação de segredo no processo, por entender que não há razão legal para tal medida e também porque os fatos já foram noticiados em diversos meios de comunicação.

Segundo a assessoria do STJ, para a ministra Laurita Vaz a prisão foi justificada com base em fundamentos reais e concretos indicadores da periculosidade do acusado. Como exemplo, citou fatos do processo, como a narrativa de um tenente que teria sido dispensado de suas funções por ter contrariado interesses do esquema criminoso, bem como a declaração de um empresário de que não contou tudo o que sabia em um depoimento porque se sentira intimidado com a presença de um dos investigados.


Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
Governadores eleitos e reeleitos entregam carta a Bolsonaro
veja +
Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851
Comissão aprova isenção de IPVA a ex-proprietário de veículo
Excesso de peso em bagagens no transporte aéreo pode ter novas regras
veja +