Com o pé esquerdo

autor André Pereira Cesar

Postado em 09/01/2018 07:53:38 - 07:42:00


Planalto segue gerando inúteis e dispensáveis polêmicas/Arquivo/Divulgação

Planalto dança a mesma música do ano passado e também segue gerando inúteis e dispensáveis polêmica

A primeira semana de 2018 foi ruim para o governo. Em poucos dias, erros e percalços deixaram a sensação de que nada mudou em relação a 2017. O Planalto dança a mesma música do ano passado.

Tal qual a crônica de uma morte anunciada, foram registradas novas rebeliões em presídios. Dessa vez o destaque foi Goiás onde, repetindo janeiro de 2017, mortes foram registradas. O sistema prisional está em colapso, é fato, e há um ano esperam-se respostas efetivas do governo. Tudo em vão, até agora.

O Planalto também segue gerando inúteis e dispensáveis polêmicas. O debate em torno do possível fim da "regra de ouro" é o exemplo mais acabado. Temer e aliados não tinham ideias ou propostas concretas para a questão e, mesmo assim, colocaram-na na rua. Imprensa, opinião pública e mercado reagiram negativamente e a equipe econômica foi obrigada a se explicar e recuar. Erro de estratégia que gerou um pequeno e desnecessário desgaste.

A Esplanada, por seu turno, ferve. Ministros demissionários deixam claro que a preocupação maior é com a sobrevivência política e não com a agenda governista. Clima de fim de festa.

O ponto alto, porém, é a comédia de erros em torno da nomeação da deputada petebista Cristiane Brasil para o ministério do Trabalho. A indicada, filha de Roberto Jefferson, tem processos trabalhistas nas costas e quita essas pendências de maneira irregular. A Justiça agiu e concedeu liminar suspendendo sua posse. Mesmo que a situação resolva-se de maneira favorável ao Planalto, o estrago estará feito.

Certa vez, Chico Buarque falou da necessidade de se criar um "ministério do vai dar m..." - com uma figura que acompanhasse as decisões do governo e dissesse "não façam, vai dar m...". O governo Temer, que começou 2018 com os dois pés esquerdos, necessita urgentemente da solução Chico Buarque.


AO VIVO TV Euronews
Ministro da Saúde diz que Médicos pelo Brasil será mais exigente que o Mais Médicos
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +