Gilmar Mendes solta mais um, desta vez a mulher de Sérgio Cabral

autor Misto Brasília

Postado em 18/12/2017 18:31:08 - 18:30:00


Adriana Ancelmo volta a ter prerrogativa da prisão domiciliar/Arquivo/Fotomontagem

Ministro do Supremo converteu a prisão preventiva de Adriana Ancelmo para prisão domiciliar

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atendeu ao pedido da defesa da ex-primeira-dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo (esposa de Sérgio Cabral) e converteu a prisão preventiva dela em prisão domiciliar. Ela foi levada novamente para a cadeia em 23 de novembro, segundo informa o Extra. Até então, Adriana estava autorizada a ficar em casa para cuidar dos filhos. Na avaliação da defesa, a volta para a prisão foi uma medida "desnecessária e sobejamente desproporcional".

Segundo a defesa, a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra Adriana "descreveu fatos que teriam ocorrido em 2014 e 2015, não se podendo inferir, assim, que a ordem pública correria qualquer perigo hoje, com a liberdade de Adriana, estando seu companheiro preso, juntamente com outros ex-funcionários públicos".


Ibaneis bate boca com deputados distritais da oposição sobre escolas militares
AO VIVO TV Câmara Legislativa
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +