CNJ divulga planilha de remuneração de magistrados

autor Misto Brasília

Postado em 30/11/2017 20:09:13 - 20:04:00


CNJ promete divulgar assim que os tribunais enviarem os dados salariais/Divulgação/CNJ

Primeiros a ficarem disponíveis para consulta são os de Minas Gerais, Espírito Santo e TRE de SP

No final da tarde desta quinta-feira (30), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) começou a divulgar os primeiros contracheques dos juízes da justiça estadual. Os dados disponíveis na Transparência do CNJ são dos magistrados do Espírito Santo, de Minas Gerais e da justiça eleitoral de São Paulo. Neste último, a surpresa é que os rendimentos não passam de R$ 5 mil.

No caso do Espírito Santo, há um salário que chama a atenção. É do desembargador Adalto Tristão, que recebe na planilha do CNJ R$ 107.810,14. Há outros salários que chamam a atenção, como dos juízes inativos Airton Barbosa Lima e Alaimar Ribeiro de Souza Fiuza, que recebem cada um deles R$ 68.854,95. Na média, os salários dos juízes capixabas ficam em torno de R$ 28 mil.

Em Minas Gerais, a maioria dos integrantes da corte estadual recebem acima do teto salarial. Em alguns casos, como a do desembargador Alberto Deodato Maia Barreto Neto, o salário é de R$ 71.174,27. Ou do desembargador Flávio Freire Leite, que recebe R$ 73.641,69, e do desembargador Carlos Augusto de Barros Levenhagen, que tem rendimentos de R$ 70.487,89.


Governador do DF, Ibaneis Rocha, afirma que o TCU é um "tribunal de merda"
AO VIVO TV Euronews
veja +
Câmara conclui MP da Liberdade Econômica e aprova projeto de abuso de autoridade
Ibaneis sobre a avó de Michele Bolsonaro: se quero atendimento mais rápido pago plano de saúde
CCJ do Senado aprova atuação de juizados de violência doméstica
veja +