TJ do DF cassa trabalho externo de deputado preso

autor Misto Brasília

Postado em 24/11/2017 07:11:13 - 07:04:00


Celso Jacob perde o regime do semiaberto na Papuda/Arquivo

Benefício de exercer o mandato parlamentar de Celso Jacob foi cassado por unanimidade

O deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ) perdeu o direito de exercer suas funções de parlamentar na Câmara dos Deputados. Ele está preso na Papuda por de falsificação de documento público e dispensa de licitação. Jacob cumpria pena em regime semiaberto – durante o dia ele deveria ficar na Câmara e à noite voltava para a Papuda.

A decisão feita por unanimidade pela 3ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios atende a um pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, já que a Câmara não garantiu que Celso Jacob cumpria suas funções apenas internamente.

No despacho, os desembargadores também criticam a situação no mínimo esquisita do parlamentar. “Ocorre que, não vislumbro a hipótese de um condenado por fraude à licitação exercer, durante a execução de sua condenação transitada em julgada, o mandato de Deputado Federal, criando leis e fiscalizando a atuação dos demais poderes.”

Recentemente, Celso Jacob foi flagrado na Papuda com queijo provolone e dois pacotes de biscoito na cueca.


AO VIVO TV Câmara Legislativa
Estudantes do Gisno protestam contra a adoção do modelo cívico-militar
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +