Nuzman sai da cadeia, mas vira réu

autor Misto Brasília

Postado em 20/10/2017 06:03:25 - 06:59:00


Ex-governador Sérgio Cabral é mais uma vez réu/Arquivo

Denúncia contra o presidente do COB e o ex-governador Cabral foi aceita pela justiça

O juiz federal Marcelo Bretas aceitou nesta quinta-feira (19) a denúncia contra o ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) Carlos Arthur Nuzman e o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, acusados de atuar em compra de votos para a escolha do Rio como sede dos Jogos de 2016.

Com a decisão, ambos se tornaram réus e responderão pelos crimes de corrupção passiva. Nuzman, que estava preso desde o início do mês e teve liberdade concedida ontem, é ainda acusado dos delitos de organização criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Na mesma ação, tornaram-se réus o empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, e Leonardo Gryner, considerado braço-direito de Nuzman no COB.

Os senegaleses Papa Massata Diack e Lamine Diack, ex-membros do Comitê Olímpico Internacional (COI), também são alvos da denúncia, mas o juiz determinou que o processo contra eles seja desmembrado, uma vez que ambos residem no exterior.


Ibaneis bate boca com deputados distritais da oposição sobre escolas militares
AO VIVO TV Câmara Legislativa
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +