BRB terá que contratar concursado com doença degenerativa

autor Misto Brasília

Postado em 22/09/2017 11:36:52 - 11:33:00


Banco se recusou a contratar concursado com doença na coluna/Arquivo/Divulgação

Banco de Brasília justificou que o funcionário não poderia exercer a função de escriturário

O Banco de Brasília foi obrigado pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal a admitir uma pessoa com doença degenerativa aprovada como escriturário no concurso público. A sentença ratificou uma decisão anterior da 5ª. Vara da Fazenda Pública.

Convocado para a realização de exames admissionais, foi considerado inapto em razão de apresentar alterações na coluna. O médico conveniado do BRB saúde concluiu que ele não apresentava incapacidade laboral para a função de escriturário. O BRB sustentou que o autor foi considerado inapto em face do resultado dos exames realizados, bem como de seu histórico funcional. A justiça concluiu que não foi comprovada, “de forma concreta”, a inaptidão para o cargo. 


Presidente da Anfip diz que é preciso taxar os privilegiados
AO VIVO Radio 247 - Summer Music
veja +
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
Secretário diz que é preciso resolver "buraco estrutural" para gerar empregos
veja +