Justiça solta reitor e seis funcionários da UFSC

autor Misto Brasília

Postado em 16/09/2017 10:09:09 - 10:05:00


Cancelier foi preso nesta semana em operação da Polícia Federal/Arquivo/Divulgação/UFSC

Grupo é acusado de desviar milhões de reais em programa investigado pelo MPF e Federal

Texto de João Francisco da Silva 

A Justiça Federal revogou a prisão temporária dos sete presos na Operação Ouvidos Moucos, da Polícia Federal, que apura desvio de recursos em cursos de Educação a Distância (EaD) oferecidos pelo programa Universidade Aberta no Brasil (UAB) na Universidade Federal de Santa Catarina. As prisões ocorreram na quinta-feira (14).

A juíza federal Marjorie Freiberger encaminhou o alvará de soltura ao presídio de Florianópolis e foram soltos às 20h48 desta sexta o reitor da universidade Luís Carlos Cancellier de Olivo, e outros seis funcionários da universidade : Marcos Baptista Lopez Dalmau, Gilberto de Oliveira Moritz, Roberto Moritz da Nova, Rogério da Silva Nunes, Eduardo Lobo e Marcio Santos.

Divergentes sobre as prisões estão duas mulheres. A delegada da PF que as ordenou e a juiz federal que as suspendeu, Briga boa, doutrinas diversas.


AO VIVO TV Câmara Legislativa
Estudantes do Gisno protestam contra a adoção do modelo cívico-militar
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +