TJ de Minas mantém pena de 20 anos a ex-governador

autor Misto Brasília

Postado em 23/08/2017 06:31:40 - 06:29:00


Eduardo Azeredo vai recorrer da setença em liberdade/Arquivo

Condenação pelo mensalão mineiro a Eduardo Azeredo foi proferida nesta madrugada

Depois de 11 horas, a 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) concluiu na madrugada de hoje o julgamento da ação penal envolvendo o ex-governador de Minas Eduardo Azeredo (PSDB) – conhecida como “mensalão mineiro”.

Por 2 votos a 1, desembargadores entenderam que ele cometeu os crimes de peculato e lavagem de dinheiro. Azeredo havia sido condenado, em primeira instância, a 20 anos e 10 meses de prisão pelos mesmos crimes, informou o site Uai.

A acusação é de desvio de R$ 3,5 milhões das estatais mineiras Copasa, Bemge e Comig para sua campanha à reeleição em 1998. No processo, estão além de Azeredo, outros 14 réus, entre eles o publicitário Marcos Valério, condenado por operar o mensalão do PT. O ex-governador vai responder em liberdade até que sejam esgotados os recursos.


Ibaneis bate boca com deputados distritais da oposição sobre escolas militares
AO VIVO TV Câmara Legislativa
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +