Bloqueados R$ 26 milhões de Agnelo, Arruda e Filippelli

autor Misto Brasília

Postado em 23/05/2017 13:29:37 - 13:15:00


Ex-governadores do Distrito Federal, Agnelo, Arruda; e Filippelli/Reprodução Google

A determinação da Justiça do Distrito Federal se estendeu à empreiteira Via Engenharia

Políticos presos de Brasília na Operação Panatenaico tiveram bolqueiados R$ 26 milhões pela Justiça do Distrito Federal. 

O total do montante bloqueado foi assim dividido: R$ 10 milhões de cada um dos ex-governadores Agnelo Queiroz (PT) e Roberto Arruda (PR), e R$ 6 milhões de Tadeu Filippeli (PMDB), exonerado hoje da assessoria do presidente Michel Temer.

Segundo informações preliminares da Polícia Federal, na residência de um desses políticos, foram encontrados expressiva quantia em dólares e grande quantidade e valiosas obras de arte.

A Via Engenharia, empreiteira que participou de todo o processo licitatório no consórcio com a Andrade Gutierrez também foi alvo de bloqueio de bens. Por determinação da 10ª Vara Federal, o valor é de até R$ 100 milhões.

Conforme sentença do juiz da 10ª Vara Federal Vallisney de Souza Oliveira, o acordo entre as empresas garantiu a execução dos crimes denunciados: "fraude à licitação, lavagem de dinheiro, corrupção, peculato e associação criminosa".


Misto Brasília apresenta novo layout e programação
AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
veja +
Acordo permite votação de PEC sobre arrendamento de terras indígenas na terça-feira
Maia defende compromisso do Parlamento com preservação ambiental
Governadores Ibaneis Rocha (DF) e Ronaldo Caiado (GO) firmam parceria na área de transporte
veja +