Morre Kid Vinil, precursor do pós-punk no Brasil

autor Misto Brasília

Postado em 19/05/2017 20:22:21 - 20:21:00


Kid Vinil começou com a banda Verminose, que virou Magazine/Arquivo

Cantor e produtor morreu hoje aos 62 anos em São Paulo

O cantor e produtor Kid Vinil morreu nesta sexta-feira, em São Paulo. Antônio Carlos Senefonte (nome de batismo de Kid Vinil) foi um dos precursores do movimento pós-punk no Brasil, iniciando com a banda Verminose, que mais tarde mudaria de nome para Magazine.

Ele lutou pela vida o máximo que conseguiu. O cantor foi internado após passar mal, durante um show que realizava em Conselheiro Lafaiete, a cerca de 100 km da capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, no dia 16 de abril, recorda o site Whiplash.

O eterno frontman do grupo Magazine era diabético e sofreu uma parada cardíaca. Ele precisou ser internado às pressas em um centro médico de Conselheiro Lafaiete. Familiares de Kid Vinil criaram uma espécie de "vaquinha" online para arrecadar fundos e transferi-lo para um hospital em São Paulo, onde ele mora.

Os familiares precisavam de R$ 15 mil e acabou dando certo: Kid Vinil foi transferido, na tarde do dia 18 de abril, para o Hospital da Luz, em São Paulo, via helicóptero. Posteriormente, foi conduzido até o TotalCor, também na capital paulista. Desde então, permaneceu internado até o último dia de sua vida.

Dias depois, ainda no mês de abril, foi divulgado que Kid Vinil Vinil apresentou melhora. Ele conseguia abrir os olhos e se mexer um pouco. Entretanto, não era o bastante para que seu quadro de saúde ficasse menos grave.

No início da tarde desta sexta-feira (19), mais de um mês após Kid Vinil ter sido internado, os familiares do músico informaram, por meio da página de Facebook dele, que ele estava nos momentos mais críticos de sua recuperação.


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
veja +
Câmara aprova criação do Dia Nacional da Música e Viola Caipira
Saída de cubanos do programa Mais Médicos repercute na Câmara
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
veja +