Supremo determina prisão do goleiro Bruno

autor Misto Brasília

Postado em 25/04/2017 16:49:22 - 16:43:00


Goleiro Bruno/Reprodução Google

A decisão foi da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal

O Supremo Tribunal Federal-STF negou o pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa do goleiro Bruno e expediu um novo mandado de prisão ao jogador.

Os ministros derrubaram decisão de fevereiro do ministro Marco Aurélio, por 3 votos a 1, que havia determinado a soltura do atleta, após seis anos e meio de prisão, para que aguardasse o julgamento do recurso no TJ/MG em liberdade. 

Votaram a favor da volta de Bruno à prisão os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Luiz Fux. O ministro Luís Roberto Barroso não participou do julgamento. 


Misto Brasília apresenta novo layout e programação
AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
veja +
Acordo permite votação de PEC sobre arrendamento de terras indígenas na terça-feira
Maia defende compromisso do Parlamento com preservação ambiental
Governadores Ibaneis Rocha (DF) e Ronaldo Caiado (GO) firmam parceria na área de transporte
veja +