PM fecha rua para Lula depor como réu

autor Misto Brasília

Postado em 14/03/2017 09:14:03 - 09:12:00


Justiça adiou o depoimento de Lula por conta da morte de dona Marisa/Arquivo

Ele e mais seis pessoas são acusados de comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró

O acesso nas proximidades do prédio da Justiça Federal, em Brasília, está fechado. Não é uma manifestação, mas um bloqueio da Polícia Militar por conta do depoimento logo mais às 10 horas do ex-presidente Lula da Silva. É a primeira vez que ele fala à Justiça como réu na Operação Lava Jato.

Lula é acusado por suposta tentativa de comprar o silêncio do ex-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró. O estadão lembra que são réus nesta ação também o pecuarista José Carlos Bumlai, o ex-senador Delcídio Amaral (ex-PT-MS), o banqueiro André Santos Esteves, o ex-assessor de Delcídio, Diogo Ferreira Rodriguez, o advogado Edson Siqueira Ribeiro Filho, e o filho de Bumlai, Maurício Barros Bumlai.

Lula, Delcídio e os outros são acusados de agirem irregularmente para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato.

O interrogatório de Lula estava marcado para 17 de fevereiro. Após a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do petista, ocorrida no dia 3 de fevereiro, o juiz adiou o depoimento do ex-presidente para 14 de março.

 


Ibaneis bate boca com deputados distritais da oposição sobre escolas militares
AO VIVO TV Câmara Legislativa
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +