Escolas e blocos vão se apresentar juntos no DF

autor Misto Brasília

Postado em 23/02/2017 09:38:10 - 09:34:00


Moacyr Oliveira é um dos fundadores do Galinho de Brasília/ Pedro Ventura/Agência Brasília

Programação começa sábado e envolve entidades tradicionais em Brasília como a Aruc

As seis escolas de samba que formam o grupo especial no Distrito Federal vão se apresentar pela primeira vez na história com bloquinhos. Agremiação com mais títulos conquistados, a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro (Aruc) será a primeira a sentir a sensação, no sábado (25), a partir das 15 horas, no estacionamento da Caixa Cultural, no Setor Bancário Sul.

A Aruc se apresentará com 30 ritmistas, dois intérpretes, dez passistas, três baianas e dois casais de porta-bandeira. A escola, que já foi 31 vezes campeã e tem atividades o ano inteiro, estará com o grupo show e tocará, entre outras coisas, sambas-enredos próprios e do Rio de Janeiro. “Mas queremos arriscar encerrar tocando o frevo”, diz presidente e um dos fundadores do Galinho, Franklin Maciel Torres.

A Acadêmicos da Asa Norte, campeã três vezes consecutivas e atual vencedora do grupo especial, trará surpresas em sua apresentação, com uma ala especialmente para a comunidade. “Teremos a Ala Paixão, mostrando que a comunidade não abandona a escola”, detalha o presidente do grupo, Robson Farias.

O presidente da Águia Imperial de Ceilândia, Geomar Leite, o Pará, também enxerga o momento como um recomeço. O grupo terá uma hora de apresentação com muito samba. No repertório, canções que marcaram a trajetória da agremiação e de escolas como Portela e Beija-Flor e sucessos de nomes como Jorge Ben Jor.

A Águia Imperial se apresentará no bloco Mamãe Taguá, no Taguaparque, às 19h30 do sábado (25). Apesar de feliz em voltar a animar os foliões de Brasília, Pará conta que espera o momento em que possa novamente desfilar na avenida. “Nós entendemos o momento pelo qual o DF passa, mas esperamos que os desfiles voltem gradativamente e que esse seja o primeiro passo.” A escola de samba coleciona sete títulos desde a criação, em 1984, ainda como Grêmio Recreativo Carnavalesco Bloco Imperial do Setor O. (Da Agência Brasília)


AO VIVO Radio 247
AO VIVO Tropical House Radio
veja +
Coordenadora diz que grupo de trabalho não vai atrasar análise do pacote anticrime
Presidente da CCJ espera "melhora do cenário político"
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
veja +