Donald Trump barra cineasta iraniano de ir à festa do Oscar

autor Misto Brasília

Postado em 29/01/2017 16:31:07 - 16:26:00


Foto divulgação Getty Images

A proibição do cineasta foi confirmada pelo Conselho Nacional Iraniano Americano

O recém eleito presidente americano Donald Trump, após a decisão de proibir mulçumanos dos EUA, barrou a participação do cineasta iraniano indicado ao Oscar 2017, trata-se de Asghar Farhadi produtor, diretor e roteirista do filme O Apartamento, um os filmes favoritas ao prêmio. O mesmo diretor já venceu, em 2012, por melhor filme estrangeiro, por A Separação.

A proibição a Asghar Farhadi foi confirmada neste sábado (28) por Trita Farsi, presidente do Conselho Nacional Iraniano Americano — que intermedeia as relações entre os países. Segundo a ordem executiva de Donald Trump, cidadãos de Irã, Iraque, Líbia, Somália, Sudão, Síria e Iêmen ("nações propensas ao terrorismo") só serão admitidos nos Estados Unidos, por ora, mediante a apresentação de passaporte diplomático.

Em reposta, a protagonista de O ApartamentoTaraneh Alidoosti, protestou contra a "ação racista e inaceitável" de Trump e anunciou que não compareceria ao Oscar 2017.


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Temer diz em pronunciamento que torce pelo novo presidente
veja +
Câmara aprova criação do Dia Nacional da Música e Viola Caipira
Saída de cubanos do programa Mais Médicos repercute na Câmara
Pré-sal, royalties, precatórios e Jovem Senador são destaques do Plenário
veja +