Epidemia de mortes de jovens atinge especialmente os negros

autor Misto Brasília

Postado em 06/06/2016 22:52:06 - 22:48:00


Imagem ilustrativa

Números serão apresentados em CPI do Senado e mostram morte a cada 23 minutos

Dados a serem revelados nesta semana pela CPI sobre assassinato de jovens, revela uma epidemia de mortes. O documento a ser revelado pelo Senado Federal, mostra que o flagelo atinge especialmente os negros.

São  23.100 jovens negros de 15 a 29 anos assassinados. São 63 por dia. Um a cada 23 minutos.

Os números da CPI, de acordo com a BBC Brasil, toma por base os números do Mapa da Violência, realizado desde 1998 pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz a partir de dados oficiais do Sistema de Informações de Mortalidade do Ministério da Saúde.

O último Mapa é de 2014 e contabiliza os homicídios de 2012: cerca de 30 mil jovens de 15 a 29 anos são assassinados por ano no Brasil, e 77% são negros (soma de pretos e pardos).

Weiselfiz adiantou à BBC Brasil dados preliminares do Mapa que será divulgado este ano: de 1980 a 2014, o número de mortes por arma de fogo no Brasil soma quase um milhão.

Entre 1980 e 2014 morreram 967.851 pessoas vítimas de disparo de arma de fogo, sendo 85,8% por homicídio.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Multa para quem estacionar em vaga de idoso pode aumentar
Projeto que limita propagandas em TVs e rádios educativas aguarda votação na Câmara
Mais de 50 senadores tomam posse daqui a duas semanas
veja +