Justiça bloqueia R$ 38,2 milhões de Padilha por dano ambiental

autor Misto Brasília

Postado em 05/12/2016 17:55:33 - 17:53:00


Ministro Padilha é sócio de uma fazenda em Mato Grosso/Arquivo

Decisão da justiça do Mato Grosso proferida no último dia 30 de novembro foi anunciada hoje

O que era previsto começou a acontecer. Mais um ministro próximo ao presidente Michel Temer (PMDB) terá que se explicar à justiça. A bola da vez é o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB).

A Justiça de Mato Grosso determinou o bloqueio de R$ 38,2 milhões em bens de Padilha, e de mais quatro sócios dele em uma fazenda localizada em Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá, por degradação ambiental na propriedade rural, localizada no Parque Estadual Serra Ricardo Franco.

A assessoria de Padilha informou, de acordo com o G1, que “a princípio”, ele não irá se posicionar sobre o assunto. Cabe recurso da decisão.

A decisão do juiz Leonardo de Araújo Costa Timiati, da Vara Única daquele município, foi dada no dia 30 de novembro. Conforme o magistrado, o montante bloqueado deve servir para a recuperação da área degradada.

Foi constatado o desmatamento irregular de 735 hectares na área rural, sem autorização ou licença expedida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), além do uso de ocupação do solo em desacordo com o Sistema Nacional de Unidade de Conservação (Snuc). Por causa da devastação, foi lavrado pela Sema um auto de infração, segundo a decisão.

 


Misto Brasília apresenta novo layout e programação
AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
veja +
Acordo permite votação de PEC sobre arrendamento de terras indígenas na terça-feira
Maia defende compromisso do Parlamento com preservação ambiental
Governadores Ibaneis Rocha (DF) e Ronaldo Caiado (GO) firmam parceria na área de transporte
veja +