Câmara aprova a reforma da Previdência

autor Misto Brasília

Postado em 10/07/2019 20:10:01 - 20:08:00


Líder do PSL discursa e Rodrigo Maia se emociona na presidência da Câmara/Agência Brasil

Com os acordos fechados nesta tarde, foi aprovado em primeiro turno a PEC das aposentadorias

A Câmara dos Deputados aprovou há pouco o texto principal da reforma da Previdência em primeiro turno. Foram 379 votos favoráveis e 131 contra. Haverá uma segunda votação e depois serão discutidos e votados os destaques. Daremos mais detalhes ainda nesta noite.

O Misto Brasília transmite ao vivo a sessão que ainda ocorre neste momento

Indicaram o voto sim: PP, MDB, PTB, PSL, PL, PSD, PRB, PSDB, DEM, Patriota, Solidariedade, Podemos, Pros, PSC, Cidadania, Novo e Avante. São contrários: PT, PSB, PDT, Psol, Rede e PCdoB. O PV liberou a bancada.

O presidente Jair Bolsonaro acompanhou a votação pela televisão, em seu gabinete, no Palácio do Planalto. 

A líder da Minoria, deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), criticou o texto sob gritos de “reforma injusta”. “Não é a Previdência que tira o emprego, é a falta de políticas de investimento e de crédito, e um ministro da Economia que não se preocupa com a geração de empregos”, acusou.

Em nome da liderança do Novo, o deputado Vinicius Poit (SP), comemorou a votação do texto. “É um momento de vitória, de realização”, disse. Segundo ele, a reforma é o primeiro passo para as grandes mudanças: privatizações, eficiência no setor público e reforma tributária.

O líder da oposição, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), afirmou que é contrário ao texto que vai a voto. “A reforma olha apenas os números da Previdência, esquecendo-se das pessoas. E tem gente que não vai poder se aposentar se essa reforma passar”, disse.

A deputada Greyce Elias (Avante-MG) disse que o partido também é favorável ao texto. “Será o alicerce para a reconstrução do País”.

O líder da Maioria na Câmara dos Deputados, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), confirmou o fechamento de um acordo para suavizar as regras de aposentadoria para os policiais e agentes de segurança que servem à União. Os pontos aprovados na comissão especial.


Misto Brasília daqui a uma semana - site de notícias apresenta novidades
AO VIVO TV Euronews
veja +
Entidades defendem integridade das unidades de conservação
Câmara vai analisar projeto que regulamenta esportes eletrônicos no Brasil
Ibaneis explica como será o patrocínio do basquete para fazer de Brasília a capital do esporte
veja +