Montezano, auxiliar de Guedes, vai comandar o BNDES

autor Misto Brasília

Postado em 17/06/2019 19:06:34 - 19:05:00


Montezano foi convidado e aceitou comandar o BNDES após saída de Levy/Reprodução rede social

Nota de ministério confirmou o subsecretário de Desestatização para a presidência do banco

O atual secretário-adjunto de Desestatização do Ministério da Economia, Gustavo Henrique Moreira Montezano, será o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), informou o Ministério da Economia em nota nesta segunda-feira.

“O Ministério da Economia informa o encaminhamento para a deliberação do Conselho de Administração do BNDES do nome de Gustavo Montezano, atual secretário-adjunto da Secretaria de Desestatização e Desinvestimento, para presidir a instituição”, afirmou a nota.

Antes, a líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), publicou no Twitter que Montezano seria o novo chefe do banco estatal.

Nota do Ministério da Economia

O Ministério da Economia informa o encaminhamento para a deliberação do Conselho de Administração do BNDES do nome de Gustavo Montezano, atual secretário-adjunto da Secretaria de Desestatização e Desinvestimento, para presidir a instituição. Graduado em engenharia pelo Instituto Militar de Engenharia (IME) e Mestre em Finanças pelo Ibmec, Montezano tem 17 anos de carreira no mercado financeiro. Foi sócio do Banco Pactual, tendo atuado como diretor-executivo da área de commodities em Londres e anteriormente como responsável pela área de crédito, resseguros e "project finance".

O Ministério da Economia agradece a Joaquim Levy pela dedicação demonstrada enquanto presidente do BNDES.


Misto Brasília daqui a uma semana - site de notícias apresenta novidades
AO VIVO TV Euronews
veja +
Entidades defendem integridade das unidades de conservação
Câmara vai analisar projeto que regulamenta esportes eletrônicos no Brasil
Ibaneis explica como será o patrocínio do basquete para fazer de Brasília a capital do esporte
veja +