Operação da Federal mira o PSL e o ministro do Turismo

autor Misto Brasília

Postado em 29/04/2019 10:17:57 - 10:12:00


Ministro Marcelo Tavares é acusado inclusive de ameaças de morte/Arquivo

Processo que tramita em segredo de justiça apura irregularidade de recursos de campanhas eleitorais

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira operação para cumprir  sete mandados de busca e apreensão envolvendo dirigentes do PSL em Minas. Há suspeita de irregularidade na aplicação de recursos  da campanha eleitoral femininas do partido político, em Minas Gerais.

Houve a apreensão de documentos relativos a produção de material gráfico de campanhas eleitorais. Os mandados  foram expedidos pela 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte. Um dos alvos é o ministro do Turismo, Marcelo Tavares, que é deputado federal licenciado. A assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE/MG) informou que o processo tramita em segredo de Justiça, informou o portal Uai.

Duas viaturas da Polícia Federal estiveram na Rua Inconfidentes,  na Savassi, em Belo Horizonte. O local abriga a sede do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. Na fachada do edifício ainda há adesivos da campanha de Bolsonaro.

Foram cumpridos sete mandados judiciais de busca e apreensão -  dois na Capital, dois em Contagem (MG), um em Coronel Fabriciano (MG), um em Ipatinga (MG) e um em Lagoa Santa (MG). Houve também a apreensão de documentos relativos à produção de material gráfico de campanhas eleitorais, divulgou a Polícia Federal..


Misto Brasília daqui a uma semana - site de notícias apresenta novidades
AO VIVO TV Euronews
veja +
Entidades defendem integridade das unidades de conservação
Câmara vai analisar projeto que regulamenta esportes eletrônicos no Brasil
Ibaneis explica como será o patrocínio do basquete para fazer de Brasília a capital do esporte
veja +