TRE cassa mandato do distrital José Gomes que vai recorrer ao TSE

autor Misto Brasília

Postado em 11/04/2019 19:28:48 - 19:26:00


José Gomes durante campanha nas eleições do ano passado no DF/Arquivo/Divulgação

O empresário fica ainda na CLDF até o julgamento do processo em que é acusado de abuso econômico

O deputado distrital José Gomes (PSB) vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral da decisão tomada hoje pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal. O parlamentar teve o seu mandado cassado por unanimidade pelos desembargadores, que também decidiram suspender os direitos políticos por oito anos.

Ele permanecerá no mandato até o julgamento definitivo do TSE. Se for mantida a decisão do TRE, quem assume é a primeira suplente do PSB, Luzia de Paula, que recebeu 9.482 votos. Por enquanto ela continuará lotada na Liderança do partido na Câmara Legislativa, com salário de R$ 19,7 mil.

Os magistrados concluíram que José Gomes praticou abuso econômico e coação de funcionários para se eleger na eleição passada. O fato registrado em áudio ocorreu na empresa Real JG Serviços Gerais. Ele teria obrigado ao menos 12 funcionários a votar, caso contrário perderiam seus empregos.

O julgamento desta quinta-feira foi a sequência de uma sessão suspensa no último dia 19 de março, quando o desembargador Telson Ferreira pediu vista do processo. O procurador regional eleitoral José Jairo Gomes estranhou que José Gomes tenha recebido 16.537 votos totalizados (1,12% dos votos válidos) quando não fez propaganda ostensiva. Sua empresa tem 10 mil colaboradores. Situação similar também levou à cassação, em 2010, do mandato do ex-deputado distrital Benício Tavares, na época proprietário da Brasília Em´presa de Segurança Ltda.


AO VIVO TV Câmara Legislativa
Estudantes do Gisno protestam contra a adoção do modelo cívico-militar
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +