Desconfianças com a reforma da Previdência faz dólar disparar

autor Misto Brasília

Postado em 23/03/2019 08:51:37 - 08:43:00


Agentes financeiros ficaram com um pé atrás diante das notícias sobre a reforma/Arquivo

Moeda fechou em alta a R$ 3,9022 na venda, maior valorização diária desde 18 de maio de 2017

O dólar disparou fechando em alta de quase 3%, no maior avanço diária desde maio de 2017, em meio a crescentes temores de piora nas articulações para a reforma da Previdência e a um dia de perdas no mercado internacional.  O dólar à vista fechou em alta de 2,69%, a R$ 3,9022 na venda.

É a maior valorização diária desde 18 de maio de 2017, quando a moeda disparou 8,15%, após terem sido divulgados por executivos da J&F áudios do ex-presidente Michel Temer, preso nesta semana.

A forte demanda pela moeda norte-americana refletiu a piora da percepção do ambiente político para aprovação da reforma da Previdência. Assim, o mercado receia que se leve mais tempo para aprovar a mudança nas regras de aposentadoria e que o texto final fique mais diluído, acarretando menor economia fiscal.

“A exposição em real continua muito alta”, disse em nota Athanasios Vamvakidis, estrategista de câmbio do Bank of America Merrill Lynch. Segundo ele, a posição “acima da média do mercado” na divisa brasileira é a mais elevada desde maio de 2017, início de sua série histórica.


AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
Tempestade provoca inundação em Brasília neste domingo
veja +
Governador do Piaui aposta na unificação de pautas entre os estados
Ibaneis anuncia 37 parques nos próximos anos na entrega do Lago Cortado
LDO prevê salário mínimo de R$ 1.040 em 2020, com correção apenas pela inflação
veja +