Justiça federal em Brasília vai julgar Michel Temer

autor Misto Brasília

Postado em 27/02/2019 19:46:10 - 19:42:00


Ex-presidente Temer é investigado após delação de executivo do Grupo J&F/Arquivo

Caso que envolve a delação de Joesley Batista e também o ex-ministro Wagner Rossi

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, mandou para a Justiça Federal do Distrito Federal, os autos na qual se apura suposto esquema de corrupção, delatado pelo executivo do grupo empresarial J&F Joesley Mendonça Batista, envolvendo o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi.

A assessoria do Supremo informou que a investigação foi instaurada a partir da cisão de termos da PET 7003, na qual foi homologado o acordo de colaboração celebrado entre a Procuradoria-Geral da República (PGR) e empresários do Grupo J&F.

Nos autos da PET 7940, Joesley narra que, em 2010, foi apresentado ao então vice-presidente da República, Michel Temer, e que, no ano seguinte, a pedido de Temer, teria acertado o pagamento mensal de propina no valor de R$ 200 mil para Rossi.

O empresário afirmou também que teria se encontrado com Michel Temer após a exoneração de Rossi do cargo de ministro. Na ocasião, Temer teria solicitado a continuidade dos repasses, dessa vez no valor de R$ 100 mil. Esses repasses teriam perdurado por um ano, também com periodicidade mensal.


AO VIVO TV Câmara Legislativa
Estudantes do Gisno protestam contra a adoção do modelo cívico-militar
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +