Investigação contra Flávio Bolsonaro volta para o Rio

autor Misto Brasília

Postado em 01/02/2019 11:15:01 - 11:12:00


Flávio Bolsonaro está sendo investigado por supostas irregularidades na Alerj/Arquivo

Esperada decisão do ministro Marco Aurélio foi tomada hoje na reabertura do Supremo

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta sexta-feira o pedido do senador Flávio Bolsonaro, e filho do Presidente Jair, para suspender a investigação sobre movimentos financeiros suspeitos para a sua conta e do seu ex-assessor Fabrício Queiroz. A decisão do ministro Marco Aurélio já era esperada.

No dia 17 de janeiro, o ministro Luis Fux, vice-presidente do STF, suspendeu a investigação depois de receber o pedido do senador. A decisão tinha caráter temporário pois nessa altura ainda se gozava o período de férias judiciais. Marco Aurélio é o relator responsável pelo caso, avaliou o pedido e decidiu rejeitá-lo.

O principal argumento de Bolsonaro era o fato de ele vir a ganhar o chamado “foro privilegiado”, ou imunidade, a partir desta sexta-feira, dia em que o Congresso entra em funções e em que o filho do Presidente brasileiro inicia as suas funções de senador.


Ibaneis bate boca com deputados distritais da oposição sobre escolas militares
AO VIVO TV Câmara Legislativa
veja +
Maia vai instalar nesta quarta comissão para discutir novas regras para o saneamento
Deputados cobram desbloqueio de recursos para a educação
Presidente da Cobap, Warley Gonçalves, sugere uso da máquina para reeleição
veja +