Escritório entra com ação contra a Vale nos Estados Unidos

autor Misto Brasília

Postado em 30/01/2019 08:03:26 - 07:57:00


Presidente da Vale, Fabio Schvartsman, que anunciou desativação de barragens/Arquivo/Divulgação

No Brasil, a justiça mineira manteve o bloqueio de R$ 5 bilhões contra a mineradora

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, anunciou  que a empresa vai acabar com dez barragens, como a que se rompeu em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte (MG). Segundo ele, essas barragens serão descomissionadas. Todas localizadas em Minas Gerais.

“É a resposta cabal e à altura da enorme tragédia que tivemos em Brumadinho. Este plano foi produzido três a quatro dias após o acidente”, ressaltou o executivo. A mineradora Vale aprovou investimentos de R$ 5 bilhões para acabar com as barragens a montante.

A Justiça de Minas Gerais indeferiu pedido da Vale e manteve bloqueio de R$ 5 bilhões da mineradora, feito após ação do Ministério Público estadual devido ao rompimento de barragem.

Enquanto isso, um escritório de advocacia entrou com ação contra a Vale e executivos da companhia nos Estados Unidos, sob alegação de que a mineradora mentiu ou omitiu informações sobre suas operações dos investidores, causando a eles enormes perdas financeiras após o rompimento de uma barragem da empresa em Brumadinho (MG) na semana passada. (Com ABr, Poder360 e DCI)


Misto Brasília apresenta novo layout e programação
AO VIVO - Câmara Legislativa do DF
veja +
Acordo permite votação de PEC sobre arrendamento de terras indígenas na terça-feira
Maia defende compromisso do Parlamento com preservação ambiental
Governadores Ibaneis Rocha (DF) e Ronaldo Caiado (GO) firmam parceria na área de transporte
veja +