Pressão por muro provoca paralisação recorde nos EUA

autor Misto Brasília

Postado em 12/01/2019 20:04:11 - 19:59:00


Muro para separar os Estados Unidos dos imigrantes custaria US$ 5,7 bilhões/Arquivo

O recorde anterior, de 21 dias, aconteceu entre 1995 e 1996, sob o ex-presidente Bill Clinton

A paralisação parcial do governo norte-americano, pela exigência do presidente Donald Trump por US$ 5,7 bilhões para construir um muro na fronteira com o México, entrou no seu 22º dia neste sábado, tornando-se o mais longo da história do país, e ainda não tem previsão para acabar. O recorde anterior, de 21 dias, aconteceu entre 1995 e 1996, sob o ex-presidente Bill Cliton.

Trump afirmou na sexta-feira que não declararia emergência nacional “imediatamente” para encerrar o impasse sobre segurança na fronteira que paralisou cerca de um quarto do governo norte-americano. Ele falou após parlamentares pararem para o fim de semana, impedindo qualquer possível ação até a próxima semana.

No Twitter, neste sábado, Trump atacou os democratas. “Os democratas deveriam retornar a Washington e trabalhar para encerrar a paralisação e, ao mesmo tempo, encerrar a horrível crise humanitária na fronteira. Estou na Casa Branca esperando vocês!”, escreveu.


Orquestra de Brasília e o Coral 10 interpretam Cio da Terra
Governador do Pará diz que contas dos estados passarão por pente-fino
veja +
Multa para quem estacionar em vaga de idoso pode aumentar
Projeto que limita propagandas em TVs e rádios educativas aguarda votação na Câmara
Mais de 50 senadores tomam posse daqui a duas semanas
veja +