Rede hoteleira passa a ser investigada por vazamento de dados

autor Misto Brasília

Postado em 03/12/2018 16:52:57 - 16:43:00


Rede da multinacional Marriot teria deixado vazar dados de clientes/Arquivo/Divulgação

Companhia que tem unidade em Brasília teria provocado um erro que prejudicou 500 milhões de clientes

A rede hoteleira Starwood Hotels and Resorts, subsidiária da multinacional Marriott International, também passou a ser investigada no Brasil por suposto vazamento de dados de 500 milhões de hóspedes. Nomes, endereços, número de passaporte e informações da conta na rede hoteleira teriam sido vazadas por um erro da companhia.

O Ministério Público do Distrito Federal abreu inquérito civil público, pois também o número e a data de vencimento de cartões de créditos foram comprometidos. "Os dados permitem conhecer a movimentação de pessoas como diplomatas, adidos militares e de inteligência, negociadores, empresários, políticos, chefes de estado", afirmou o promotor de Justiça Frederico Meinberg

Segundo informou a assessoria do MPDF, a Starwood Hotels and Resorts tinha conhecimento dos acessos não autorizados desde setembro de 2018. O Departamento de Justiça dos Estados Unidos e a autoridade de informações do Reino Unido serão informadas da instauração do inquérito. Este é considerado um dos maiores incidentes de segurança já relatados no mundo.


Flagrante da prisão pela PF do ex-ministro Moreira Franco
Luís Miranda diz que Ibaneis falhou em não articular relator da MP da região metropolitana
veja +
Senado vai votar permissão para pais que estudam ficarem com filhos na sala de aula
Sancionada a Lei que estabelece idade mínima de 16 para casamento civil
Lei que permite bloquear recursos de acusados por terrorismo é sancionada
veja +