França não descarta declarar estado de emergência

autor Misto Brasília

Postado em 02/12/2018 09:37:01 - 09:29:00


Protestos realizados no sábado foram os mais violentos dos últimos dias/Reprodução/Público

Ministro disse que vai estudar todos os procedimentos em razão dos protestos dos coletes amarelos

Depois de um dia marcado pela violência, naquela que foi a terceira manifestação dos “coletes amarelos”, que protestam contra a perda de poder de compra e o aumento do imposto dos combustíveis, o ministro do Interior da França, Christophe Castaner, não põe de lado a hipótese de declarar estado de emergência no país.

“Para mim não há tabu. Nenhuma medida pode ser excluída”, respondeu Castaner aos microfones da BFMTV, na noite de sábado, quando questionado sobre a possibilidade de declarar estado de emergência. “Vamos estudar os procedimentos que nos permitam garantir a segurança”, completou. “Tudo o que permita isso não é, para mim, um tabu. Estou pronto para tudo.”

O estado de emergência é declarado, de acordo com a lei francesa, em “em casos de perigo iminente, como resultado de quebras na ordem pública ou no caso de ameaças, pela sua natureza e gravidade”. É uma ferramenta de último recurso que só pode ser declarada num período máximo de 12 dias — que podem ser prolongados pelo Presidente. (Do Público)


Relator sugere que pode mexer com a idade da aposentadoria rural
Secretário defende a aposentadoria rural na PEC da Reforma da Previdência
veja +
Recursos do antigo Fundef não devem ser usados no pagamento de professores
CCJ aprova fim da isenção irrestrita de custas judiciais nos juizados especiais
Novos métodos para obtenção de provas do pacote anticrime dividem opiniões
veja +